sexta-feira, 28 de maio de 2010

Desmotivação ao mais alto nível


Ainda não consigo perceber o que se anda a passar comigo.
Sinto-me tão desorientada, desmotivada, desiludida, cansada, triste, sem força... mas isto só se aplica nos estudos. O que me deixa ainda mais confusa.
Não sei se criei expectativas demasiado elevadas para as capacidades que tenho ou se apenas esgotei todas as minhas energias no 1º semestre.
Se me comparar às restantes pessoas da turma até não tenho motivos para estar assim, mas os meus objectivos estão longe de serem alcançados neste andamento.
Pensei que era apenas uma fase, pois durante uns dias até senti a motivação a voltar, mas arrependeu-se e voltou para buraquinho onde está escondida.
Preciso tanto de força, e nem quero saber de onde ela vem. Apenas que venha.

2 comentários:

  1. Querida Menina do Cantinho,
    Mais tarde comento de forma aprofundada, mas agora não quero deixar de dizer: estou aqui, mesmo longe, mesmo sem "rosto", recebe toda a minha força, acredita que é muita mesmo nos piores momentos, não esqueças, sou Luz, sou uma Árvore como sempre a minha mãe o disse, por isso, as árvores morrem de pé, ainda que seja o nome de um filme.
    Sente com todo o esplendor a luz que consegue passar pela maior árvore que encontrares no teu caminho, estarei aí e a tua força surgirá.

    Bjnhs da amiga Luz

    ResponderEliminar
  2. Não te entregues a esse sentimento. Reflecte, reequaciona as tuas expectativas e objectivos e, acima de tudo, nunca te esqueças que tu és única no mundo, és irrepetível e a marca que deixares será só tua. Por isso, continua o teu caminho sem te deixares afectar profundamente por esses pequenos percalços :)

    Deixo-te um excerto de um poema que gosto muito:

    "Caminhante, são teus rastos
    o caminho, e nada mais;
    caminhante, não há caminho,
    faz-se caminho ao andar.
    Ao andar faz-se o caminho,
    e ao olhar-se para trás
    vê-se a senda que jamais
    se há-de voltar a pisar".

    António Machado

    ResponderEliminar